Utilize o teclado para navegar, com Ctrl + nº da tecla

  Ctrl + 1 (menu)   Ctrl + 2 (conteúdo)   Ctrl+ 3 (busca)   Ctrl + 4 (mapa)   Ctrl + 0 (acessibilidade)
  Fonte Maior   Fonte Maior   Fonte Padrão
  Contraste
menu
×
Notícias

Representante Comercial: Por Dentro da Profissão


Data de publicação: 20 de maio de 2022


Com o papel de ser a ponte entre o cliente e a empresa ou marca para qual trabalha, o representante comercial possui grande alcance no mercado de trabalho atual. Entende-se que pelo nome de sua profissão seu objetivo principal: representar, mas o que isso significa?

O representante está em cargo das negociações, vendas e dos relacionamentos comerciais, assim como a prestação de serviços e o suporte ao cliente. Trabalhador autônomo, não possui vinculo com uma só empresa, dessa forma pode prestar serviços a vários contratantes simultaneamente. Está livre das obrigações de funcionário empregado, como horário fixo e relatórios, visto que pode organizar seu próprio cronograma de trabalho.

Portanto, diferentemente do vendedor que é regido pela lei trabalhista, possuindo o direito a salário, férias e FGTS, o representante segue as condições e direitos comuns estabelecidos no contrato de representação. Neste caso, ao invés de salário, o profissional recebe por comissão com base nas vendas e nos trabalhos exercidos.

 A fim de manter a legalidade de suas ações, o trabalhador deve fazer seu registro no Conselho Regional dos Representantes Comerciais (CORE). Assim, estará sob a regulamentação da Lei 4886 de 1965 – alterada pela lei 8.420/92 e posteriormente pela lei 12.246/2010 –, que permite que o trabalho autônomo na área seja praticado. Esse registro pode ser feito como pessoa física, com o profissional realizando suas atividades utilizando seu nome próprio, ou como pessoa jurídica, em que as atividades são efetuadas de forma empresarial, sob o nome de uma empresa.

Fora o registro no CORE, não há outras grandes obrigações para a atuação na área, como, por exemplo, a graduação ou diploma. É comum, no entanto, que possuam formação em Administração, Publicidade ou cursos de Gestão Comercial e afins, na intenção de se destacar no mercado de trabalho. Em campos mais específicos, como do agronegócio e da veterinária, também é comum que os representantes comerciais possuam curso superior na área, compreendendo-se maior conhecimento dos produtos e serviços por eles representados.

Por fim, para garantir sucesso nesse meio, são necessárias algumas características de grande importância. Alguns exemplos são: boa comunicação e capacidade de mediação, conhecimento na área de vendas, responsabilidade, confiança e acima de tudo persuasão. Possuindo todas essas habilidades e se atentando do regulamento, o representante facilmente será capaz de se lançar no mercado profissional.


© Copyright 2022 - Direitos reservados CORE-GO
Dynamika Soluções Web

topo